domingo, 11 de setembro de 2011

Mãe Gaúcha

Imagem: Pouso dos tropeiros - cruzaltino.blogspot.com

Desde que, com imponência, erguida foi tua cruz

Gaúcha ilustre, de história que encanta

Berço de muitas batalhas, que no médio planalto reluz

Tens tradição, tens cultura, que ninguém suplanta


Em teus verdes tapetes guaranis, onde os tropeiros pousaram

Hoje se acomodam as sementes, alavancas da economia

Por tuas veias de ferro e asfalto, muitos passaram

É fato; retornam. Beberam de tua fonte um dia


O sangue, teus rios levaram embora

Deixaram orgulho e glória, divisa do Uruguai e do Jacuí

Saldanha e Veríssimo com irmãos Rio Grande afora

Rebentos do município-mãe, que Deus fez parir


Mês de outubro, peço em reza à Santinha

Que te conduza, Mãe Gaúcha, para todo o sempre

De lambuja, continues aninhando amada minha

Hoje em meu coração, outrora saíste de teu ventre



Alex Dahlke

14 dezembro 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário